sábado, 6 de dezembro de 2014

camarinha


tio polvilho
pondo do norte
logo pela manhã
despertou
lomas
Piquissiri
camarinha
o sono raso
que ali subindo
nas costas do gradil
no cheiro do embaço
da tardança encharcada
a luz se embrenha no sonho
sua projeção é maior
e pouco sabemos
para os clarins
e acobreados
dos ferrolhos
alforriados
aromas

Por Claudio Castoriadis
imagem font web

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..