sexta-feira, 3 de maio de 2013

Sentimento de um poeta dançarino


Tenho em mente que apenas um sentimento pode superar o sentimento do poeta: o místico – por ser sofisticado, leve, duradouro e imperturbável, na medida que a clarividência extasiada do poeta deve ser periodicamente alternada com estados de consciência divina, lastimável, abençoado. Quanto mais alto, além de todos os limites do ser, da sua sombra, se elevar o estado de inspiração. Bem dizer os momentos de sofrimento, com os quais ele paga seu estado de inspiração e encanto. Deveríamos considerar o poeta mais digno de veneração do que qualquer outro artista, quase com um direito à reverência, inalcançável. Pois sua arte se relaciona com o conjunto das demais artes. O poeta dança através da intuição intelectual, a essência do mundo lhe pertence e essa essência ele chamou de poesia.



Por Claudio Castoriadis




Sobre o Autor:
Claudio Castoriaids Claudio Castoriadis é Professor e blogueiro. Formado em Filosofia pela UERN. Criador do [ Blog Claudio Castoriadis ] Tem se destacado como crítico literário.Seu interesse é passar o máximo de conhecimento acerca da cultura >

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..