sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Ensaio sobre a cegueira: “Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara”.




O romance Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago, narra uma inexplicável "cegueira-branca", um "mar de leite" que atinge a população de local indefinido e provoca, aos poucos, o caos. Não se trata, exatamente, de uma história, mas de uma reflexão a respeito do que realmente somos, em essência, e não do que pensamos que somos - e isso inclui um nome e um endereço, espécie de rótulos com os quais nos reconhecemos e somos reconhecidos. No mundo da cegueira coletiva, esses rótulos são irrelevantes. Os "novos cegos" são levados, por determinação do governo, para um antigo manicômio, sendo assim isolados dos demais habitantes. Nesse espaço "carcerário", passam por muitas dificuldades, entre elas a fome, a falta de remédios e de higiene e a angustiante impossibilidade de comunicação com o mundo exterior. 

No horizonte grego, a cegueira também estava associada à clarividência. Por exemplo, o adivinho Tiresias em Édipo Rei de Sófocles. Ele é o único que vê as linhas invisíveis do destino de Édipo. Ao ignorar o significado dos seus atos, Édipo não consegue enxergar os rastros da profecia que o persegue, e quando consegue enxergá-los, não os entende. Daí a forte imagem final, quando fura seus olhos, pois só assim, na mesma condição deficiente do adivinho, pode ver o seu destino. Ver e entender são sinônimos. Saramago não perde de vista essa conotação na epígrafe: “Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara”.

O enredo apresenta-se como pano de fundo para expor o ser humano e seus sentimentos mais recônditos: medo, angústia e vingança. O tom reflexivo acentua as características de parábola pretendida por Saramago – sobre quem os homens são verdadeiramente quando julgam que suas ações não podem ser testemunhadas, e sobre como às vezes é preciso cegar-se para os códigos de sexo, idade e classe para enxergar quem são as pessoas com quem de fato é possível conviver.

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..