segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Rascunho também faz história




O que faz um rascunho de pessoa buscar sua história na vida? Com tanta estupidez e porcalheira sendo derramada nesse lugar, (E)stado, que jura que ainda é nação, tenho cá minhas dúvidas: ainda é possível traçar uma história honesta em folhas brancas? Retórica anacrônica.



A mídia anda abusando tanto desse artifício. Um ataque de adjetivos e substantivos deformados ( em todos os formatos) pessoas enfeitando  vocabulários com algumas figurinhas de linguagem.



Um nível conveniente que adotei, o tratamento na 3ª pessoa, quando me refiro a mim mesmo como alguém. “Eu comigo mesmo”.... Quem fala algo deve ser responsável pelo que diz. Lembrando a provocação de um certo filósofo: Quem fala demais paga, quem continua fica devendo. Um rochedo onde finco minha cautela. Por isso, com uma simples -estratégica- mudança gramatical de personalidade sigo escrevendo na esperança de está imunizado contra quaisquer excesso que venha da minha pessoa.



Por falar em escrever, gosto da madrugada. Ela avança para muitos lados, caindo, decompondo nossas ideias em mil pedaços por quilômetro quadrado em apenas uma mente!!




Por Claudio Castoriadis
Sobre o Autor:
Claudio Castoriaids Claudio Castoriadis é Professor e blogueiro. Formado em Filosofia pela UERN. Criador do [ Blog Claudio Castoriadis ] Tem se destacado como crítico literário.Seu interesse é passar o máximo de conhecimento acerca da cultura >

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..