sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Chinua Achebe: memória africana




Um dos fundadores do romance africano moderno, Achebe é autor de O mundo se despedaça, publicado originalmente em 1958, lançado aqui em 1983 pela Ática e reeditado pela Companhia das Letras em 2009. O livro vendeu mais de 8 milhões de cópias e foi traduzida para 50 línguas. -No obra, o escritor retrata a chegada de uma cultura estrangeira e a desestruturação ocorrida nas tradições nigerianas com a vinda do homem branco e europeu. recompõe as bases de uma cultura esquecida, aquela que existia antes da chegada do homem branco à Nigéria, aquela que grande parte dos africanos perdeu de vista e que está próxima de ser perdida para sempre. O autor oferece aos seus leitores uma possibilidade de redescobrir sua autenticidade, suas próprias raízes, para compreender quem são e de onde vieram. Nesse sentido, seu livro se constitui um esplêndido acervo cultural para conhecermos uma outra cultura e entender algo mais sobre a natureza humana, abordando o tema da humilhação imposta pela ação colonizadora e pela corrupção branca. Em 2007, venceu o Man Booker International Prize pelo conjunto de sua obra.

Certa feita, Chinua Achebe comentou de forma acerba o reparo a uma hipotética “falta de universalidade da literatura africana”: “…é claro que não ocorreria a esses críticos duvidar da universalidade de sua literatura. Pela própria natureza das coisas, a obra de um escritor ocidental é automaticamente modelada pela universalidade. São só os outros que têm de lutar para atingi-la… Como se a universalidade fosse uma curva lá longe na estrada, a que você pode chegar se seguir o suficiente na direção da Europa ou dos Estados Unidos, se você colocar uma distância adequada entre você e sua casa.” Achebe morreu em Boston, aos 82 anos, em 22 de março de 2013.


Por Claudio Castoriadis


Sobre o Autor:
Claudio Castoriaids Claudio Castoriadis é Professor e blogueiro. Formado em Filosofia pela UERN. Criador do [ Blog Claudio Castoriadis ] Tem se destacado como crítico literário.Seu interesse é passar o máximo de conhecimento acerca da cultura >

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..