sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Comunidade: hoje ainda é ontem!!



Comunidade, palavra que transborda feito doce na boca dos intelectuais e dos pseudointelectuais. Se barateamos a discussão sobre os termos é bem possível uma aproximação valorativa dos dois tipos. É `gostoso falar em comunidade por várias, variáveis sensações: variedade de propósitos e objetivos, mas como uma noção de consolo, conforto, segurança adentramos em “alguma qualquer coisa”, uma ficção. “Pessoas unidas jamais serão vencidas” muitos acreditam, ou pensam que acreditam nessa máxima, porque a irmandade humana deve continuar, existir, mesmo se afastando da sua essência ou realidade. Não demora muito, por questão de sobrevivência criamos a família nuclear, a religião, a nacionalidade, o trabalho, a escola, a propriedade – coisas que deveriam libertar. Deveriam? Sim, na teoria, uma vez que na prática o autenticamente social pode coexistir com a domesticação. 


 Comunidade

Silêncio, ausência, brevidade
Espaço, lento, personalidade
Meia- idade média
Antiguidade

Hoje ainda é ontem



Por Claudio Castoriadis
Sobre o Autor:
Claudio Castoriaids Claudio Castoriadis é Professor e blogueiro. Formado em Filosofia pela UERN. Criador do [ Blog Claudio Castoriadis ] Tem se destacado como crítico literário.Seu interesse é passar o máximo de conhecimento acerca da cultura >

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..