terça-feira, 5 de março de 2013

O governo da Venezuela informou que o estado de saúde do presidente Hugo Chávez piorou.


O governo da Venezuela informou na noite desta segunda-feira (4) que o estado de saúde do presidente Hugo Chávez piorou. Segundo nota do Ministério das Comunicações, “A função respiratória do presidente piorou devido a uma 'nova e severa infecção', e seu estado geral 'continua sendo muito delicado'”.

“No dia de hoje houve uma piora da função respiratória relacionada com o estado de imunodepressão próprio de sua situação clínica. Atualmente ele apresenta uma nova e severa infecção”, informou o ministro de Comunicação, Ernesto Villegas, pela cadeia nacional de rádio e televisão.


Villegas afirmou que Chávez vem sendo submetido a sessões de quimioterapia de forte impacto, entre outros tratamentos complementares.

"Mas o estado geral continua sendo muito delicado", acrescentou.

O ministro ressaltou que Chávez "se mantém apegado a Cristo e à vida, consciente das dificuldades que está enfrentando e cumprindo estritamente o programa desenvolvido" pelos médicos.

Segundo Villegas, o governo acompanha os familiares de Chávez "nesta batalha plena de amor e espiritualidade" e convocou o povo "a manter-se de pé e incólume perante a guerra psicológica desdobrada por laboratórios estrangeiros com alto-falantes da direita corrupta venezuelana". Para ele, a oposição busca "cenários de violência como pretexto para uma intervenção estrangeira na pátria de Bolívar"


O presidente de 58 anos voltou à Venezuela no último dia 18 depois de passar mais de dois meses em Havana (Cuba), onde se submeteu à quarta operação para o tratamento de um câncer diagnosticado em 2011. O anúncio do retorno foi feito pelo Twitter. "Chegamos de novo à Pátria venezuelana. Obrigado Deus meu!! Obrigado povo amado!! Aqui continuaremos o tratamento".

Reeleito para a Presidência do país, Chávez não pôde tomar posse para o mandato 2013-2019, em 10 de fevereiro, devido a sua situação de saúde. O Tribunal Superior de Justiça (TSJ) aprovou, um dia antes da data prevista para a juramentação, que o ato fosse postergado e ainda a continuidade do Executivo liderado pelo vice-presidente. (Com agências internacionais)




Nota do Editor:

Com lágrimas nos olhos e sentimentos inflamados, toda a América Latina guarda sua grandeza comandante.

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..