domingo, 3 de março de 2013

Enquanto isso na "Terra Santa":

O presidente israelita acusou o primeiro-ministro turco de “avivar a chama do ódio”, ao considerar o sionismo como um crime de guerra, comparável ao fascismo e ao anti-semitismo.

Nota do editor: é indubitável que o sionismo propagado pelo estado de Israel é um crime de guerra, comparável ao fascismo e ao anti-semitismo. Poxa!!! Será que Israel é pilhado por estadistas tolos e estúpidos?
 
Leias mais
http://pt.euronews.com/2013/03/03/shimon-peres-acusa-primeiro-ministro-turco-de-avivar-a-chama-do-odio/
 
Por claudio Castoriadis 
 

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..