domingo, 26 de agosto de 2012

Soldadinho de chunbo

Tem dias que eu acordo tão sacana quanto as mulheres do Charles Bukowski, outros dias sou um ridículo dos contos do Dostoievski, na maioria da vezes minha mente se perde na trama dos símbolos dos poetas gregos, em momentos de fúria me vejo no velho lobo do mar do Jack London e quando sou sufocado por qualquer ternura sou o soldadinho de chunbo perneta do Christian Andersen. 

Por Claudio Catoriadis

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..