sábado, 29 de dezembro de 2012

A matéria real nos presenteou com o sopro da esperança. Um ótimo 2013 a todos.


Meus heróis não morreram de overdose – estão sendo mortos, queimados por filhos de burgueses, estão mendigando atenção debaixo das pontes, estão sobrevivendo dia após dia com um salário miserável. Meus heróis se encontram humilhados devido uma hedionda  ideia de classe social, estão sendo mortos  devido a sua cor, estão rastejando em um moribundo mundo de preconceitos, meus heróis lutam por sua liberdade de expressão nas ruas, reivindicando por cada suspiro de esperança de uma vida menos sofrida, meus heróis estão combatendo o comércio monstruoso de crianças, a prostituição infantil, se debatem mediante a podridão das autoridades dos estados, são fieis à terra, ao sagrado da vida, morrendo esmagados pela peçonha dos interesses espúrios dos latifundiários. Meus heróis vivem de cabeça erguida nas favelas que se espalham por todo meu País, meus heróis estão sendo violentados, expulsos de suas terras, bombardeados por monstros, chorando por suas crianças, em cemitérios, ruas industrializadas, entrelaçados por carvão, ferro, petróleo, selvas e lamaçais. Meus heróis, minha gente, meu País, meu mundo. A matéria real nos presenteou com o sopro da esperança: um dia seremos um, e a nossa liberdade não poderá ser amputada nem com o fogo e com a espada. 




Por Claudio Castoriadis

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Curta- metragem "Meninos sem dono"



O diretor Américo Bento adentra o controverso mundo das drogas problematizando com uma abordagem séria, e muito bem embasada, o que para ele muitas vezes é excomungado pela sociedade. Discussão atual, de suma importância para um bom debate sobre as mazelas do nosso cotidiano. “Na verdade o documentário partiu de uma iniciativa solo, depois que percebi que meus alunos estavam a cada dia se envolvendo com as drogas, então resolvi fazer algo que impulsionasse a reflexão e chama-se atenção da própria comunidade”, diz o diretor. E segue com suas considerações: Por outro lado, o enredo é acompanhado da história de dois ex-dependentes químicos, homens que se livraram das drogas, os quais mostram a esses meninos que há uma esperança no fim do túnel. Uma solução simples, alicerçada na espiritualidade.

O curta quebra as regras dos cânones morais, pois foge, às léguas, de qualquer discurso moralista antiquário. Com coragem assume um conteúdo absolutamente complexo passando uma mensagem de profundo humanismo. Um belíssimo trabalho, brindado pela originalidade da ideia e depois a adequação de um processo narrativo bem estruturado.


Ficha técnica:


Ideia Original: Américo Oliveira e Adriadna Roberta

Direção: Américo Oliveira

Assistente de Direção: Lucas Porto

Imagens: Lucas Porto, Américo Oliveira, Augusto Carlos Torres

Edição: Silas Torres / Américo Oliveira

Trilha Original: Apocalipse 21, “oficio” (Zelito Coringa e Dudu Campos)

Trilha de domínio publico: O guarani(Vila Lobos) e Marcha Fúnebre (chopin)

Produção executiva: Tirinêt, Artes e Entretenimento

Fotografia: Lucas Porto

Secretaria: Adriadna Roberta

Redação: Américo Oliveira e Ervilli Keroline

Entrevistas: Andrey Ricardo, Profº José Romero, Maria Zuleide, Julia Elisa, Drº Alcedir Gabriel, Edson Alexandre.

Apoio: Blog do Lucas / Studio Irene / Aucato Home vídeo 





Por Claudio Castoriadis


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

PETA – Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais. (People for the Ethical Treatment of Animals)

Reprodução Joss Stone posa nua para o PETA

Reprodução: Joss Stone posa  para o PETA


PETA – Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais é uma organização dedicada à causa dos direitos dos animais.  Os membros da PETA acreditam que as pessoas participam de práticas antiéticas e até cruéis com os animais. Ela é contra, entre outras coisas, à criação industrializada de animais, ao uso de peles, à reprodução animal para estimular defeitos congênitos e a testes em animais. 


Os pontos de vista da organização, às vezes, são controversos, assim como suas táticas. As campanhas publicitárias e as demonstrações públicas incluem mulheres seminuas, além de comparar o abatimento de animais ao Holocausto. 

A PETA é uma das maiores organizações de direitos dos animais do mundo. Com ativistas afiliados em países do mundo todo, incluindo Reino Unido, Alemanha, Holanda e Índia.  O trabalho da organização inclui convencer as principais empresas de cosméticos a pararem de fazer testes em animais, pedir aos grandes restaurantes fast food e redes de supermercado que pensem no bem-estar dos animais, e pressionar estilistas e fabricantes de roupas a deixarem de usar peles de animais. A PETA acredita que os "animais não são nossos para comer, vestir, usar em experiências ou para entretenimento"



Mais informações:

 http://www.peta.org/

http://www.veganpride.com/peta_brasil.asp 



 
Por Claudio Castoriadis

Conn Iggulden: ainda não conhece?



A NEVE ERA OFUSCANTE ENQUANTO OS ARQUEIROS MONGÓIS CERCAVAM O grupo de ataque tártaro. Cada homem guiava seu pônei com os joelhos, de pé nos estribos para disparar uma flecha depois da outra com precisão devastadora. Mantinham-se num grave silêncio, os cascos dos cavalos a galope eram o único som a desafiar os gritos dos feridos e o vento uivante. Os tártaros não podiam escapar da morte que chegava zunindo das laterais escuras da batalha. Os cavalos caíam gemendo de joelhos, com sangue espirrando brilhante das narinas.



Instigante né verdade? Bela introdução da obra do Conn Iggulden- O LOBO DAS PLANÍCIES. Vale muito, muito essa dica de leitura. Um baita autor britânico que escreve romances históricos. Autor de duas séries históricas -O Imperador e O Conquistador- detalhe: o moço é admirado por Bernard Cornwell, um dos maiores escritores de romances históricos da atualidade.





Por Claudio Castoriadis

ShareThis

Licença Creative Commons
Claudio Castoriadis- O conteúdo deste site está licenciado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3,0 ..